quarta-feira, 30 de junho de 2010

2ª Prova de Subida de Montanha da Lagoa da Harmonia - Teutônia/RS - 21 de março 2010

Segunda Prova de Subida de Montanha da Lagoa da Harmonia, realizada em 21 de março de 2010 na cidade de Teutônia/RS, organizado por Ricardo Trein com a participação de Bird Clemente pilotando o Fórmula Júnior-DKW do acervo do Museu do Automobilismo Brasileiro, dirigido por Paulo Afonso Trevisan. Na foto abaixo, da esquerda para direita: Bird Clemente, eu e Paulo A. Trevisan, atrás, Fórmula Jr.-DKW. Continua ...

domingo, 27 de junho de 2010

Rádios Antigos - Mitsubishi 8x 584 e Semp AC-431

Mais algumas 'tralhas velhas' do meu acervo, os rádios Semp AC-431 e o Mitsubischi 8x 584.
O Semp AC-431 é um modelo clássico, chamado por alguns de 'Capelinha'. O seu vovô provavelmente tinha um. Todo mundo já viu ou conhece alguém que tenha. Esse modelo é o 'fusca' dos rádios, todo colecionador de rádios tem que ter um exemplar deste modelo. Pelas pesquisas que fiz na internet, este modelo de rádio passou por gerações sendo atualiazado, desde 1964 até 1985, quando saiu um modelo com FM e circuito integrado (peça dificilíma de achar).




Já o 'rádinho' Mitsubishi 8x modelo 584, de 3 faixas, com a sua caracteristica 'capinha de couro', segundo informação coletadas na internet, era fabriacado na Zona Franca de Manaus, pela Ewadim do Brasil S/A, com autorização da Mitsubishi do Japão. Esse rádio foi muito comum na década de 60 e 70, tenho noticia que as primeiras unidades vieram para o Brasil direto do Japão, sendo depois 'nacionalizado' pela Ewadim conforme dito anteriormente.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Jan Balder

Nossa homenagem ao piloto Jan Balder que estava de aniversário no dia 21 de junho e que tivemos o prazer de conhecer pessoalmente durante o Blog Speed Day, realizado nos dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2010, evento organizado pelo Paulo Trevisan através do Museu do Automobilismo Brasileiro.
Durante os três dias do Blog Speed Day, pude conhecer um pouco do Jan Balder, o 'Omelete', figura simpatica e agradável, um grande contador de histórias, como aquela em que foi almoçar na casa do Camilo Christofaro, amigo de todos os moradores do bairro e avistando na rua duas pessoas desconhecidas, com aparencia suspeita, imediatamente ligou para o delegado de policia do bairro, que em poucos minutos mandou uma viatura para averiguar a situação, chegando no local os policiais colocaram os suspeitos contra a parede, realizado o procedimento padrão, estava tudo certo com os elementos.
Em 1975 Jan foi Campeão Paulista e Vice-Campeão Brasileiro na categoria protótipo até 2.0, com um Polar/VW equipado com motor de 1950 cm3, veículo este restaurado recentemete pelo Museu do Automobismo Brasileiro com o qual Jan Balder andou em Guapore/RS, durante as atividades do Blog Speed Day.
O Jan Balder tem uma bonita e vencedora história no automobilismo nacional, descrita com muitos detalhes no site Bandeira Quadricula do Paulo Roberto Peralta,  para saber mais da história do Jan Balder, clique aqui
Nossa homenagem e sinceros parabéns ao Jan Balder, que essa data especial se repetita inumeras vezes, sempre com muita saúde, paz, felicidade e sucesso.

domingo, 20 de junho de 2010

Encontro de Fuscas e Derivados em Passo Fundo - 19 e 20 de junho de 2010 (02)

Hoje (20/06/2010) fomos até Passo Fundo prestigiar o Encontro de Fuscas e Derivados promovido pelo clube daquela cidade. Esse ano o encontro foi 'sulamericano', pois contou com a presença de 'fusqueiros' vindo da Argentina, mas a grande maioria era de fuscas vindos de todas as partes do Rio Grande do Sul, com a participação de quase 200 veículos, nossa inscrição era a de número 150 e depois de nós muitos outros veículos chegaram.
Chegamos um pouco atrasado, pois foi necessário um 'pit-stop'. O Fusca 2000 Kit Puma apresentou um pequeno problema no terminal da Bobina Mi, sorte que a pane aconteceu no trevo de acesso da cidade de Ernestina/RS, em frente a um posto de combustível, onde indicaram um mecânico qualificado que resolveu o problema.

Aproveitando que a nova Fórmula Vee é o assunto do momento, registramos a presença do Fitti-Vê juntamente com o Protótipo Amato 1969 e o Passat que corre na Fórmula Classic/RS, todos do acervo do Museu do Automobilismo.

Pedimos desculpa pela qualidade das fotos pois a iluminação do local do evento era deficiente e nosso equipamento amador (Canon A300). Lembrando que terça-feira, dia 22 de junho, é o DIA MUNDIAL DO FUSCA...

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Fórmula Vee Brazil - o renascimento

E foi criado o blog Formula Vee Brazil, segundo Roberto Zullino, o blog foi criado para 'notícias e orientações sobre a Formula Vee que estamos planejando reviver no Brasil'.

Segue o Zullino:

O conceito da categoria é usar todas as peças dos fuscas speed, motor 1600 standard, dois carburadores, mas sem ventoinha que aumenta bem a potência.

O custo alvo é de R$ 10 mil para o carro completo, abastecido com 20 litros de álcool em ordem de marcha, aproveitando-se peças usadas de fuscas speed ou em mau estado, motor standard sem firulas que não vai poder.

Agradecimentos ao Zé Clemente, Abrão, Nilton da Impactracing e ao Regis Cava. Sem esquecer do incansável Mestre Joca que está trabalhando no regulamento.

Também agradecemos ao Minelli, Ferreirinha, Monis e Enricone pelos conselhos.
 
Eu tive a oportunidade, durante o Blog Speed Day 2010, promovido pelo Museu do Automobilismo Brasileiro, 'gerenciado' pelo Paulo Trevisan, de andar em Guaporé/RS com um autêntico F-Vê equipado com motor 1200, sendo muito divertido e fácil de pilotar. Agora fico imaginando os novos F-Vee com mecânica dos Speed 1600 e dupla carburação, vão andar que é uma barbaridade.
 
Vamos acompanhar o blog Formula Vee Brazil, que está fervendo de comentários. Para finalizar, eu andando de F-Vê em Guaporé/RS.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Encontro das Carreteras - Passo Fundo/RS - Setembro 2007 (02)

Continuando com a série sobre o Encontro das Carreteras, realizado na cidade de Passo Fundo em 01/09/2007, através do Museu do Automobilismo Brasileiro com o apoio do executivo municipal, selecionamos algumas imagens do piloto Haroldo Vaz Lobo que participou da prova simbólica, pilotando sua Carretera Ford Coupé 1940, de numero 5, equipada com motor v8, modelo 8BA. Se minha memória não falha, Haroldo pediu a Jan Balder, para que Jan fosse seu co-piloto durante as provas simbólicas.
Durante o evento era visível a felicidade do Sr. Haroldo, atendendo aos pedidos dos fãs para fotos, sempre ao lado da sua Ford #5, comprada 'zero km' e transformada em Carretera, fornecendo informações sobre a mesma e contando histórias sobre as corridas de que tinha participado, especialmente das Mil Milhas.
Haroldo Vaz Lobo, piloto desde a década de 1950, faleceu em 01/08/2008, em Curitiba aos 82 anos.


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Bennett e Wayne

Na década de 90 do século passado, acompanhava meu pai pelo interior do município de Soledade/RS, pois como pequenos produtores rurais estávamos sempre comprando bois para engorda. Comprávamos bois de 02 anos de idade, cuidávamos e engordávamos eles por mais 2 anos e então vendíamos para os frigoríficos. Numa dessas diligências, fomos até o interior do Município de Mormaço/RS, naquela época, recentemente emancipado de Soledade (20/03/1992), nos dirigimos até a localidade de 'Água Branca', quando passamos no local, percebi que ali existiu um posto de combustível, devido a presença de duas bombas de combustível, abandonadas e maltratadas pelo rigoroso inverno gaúcho, com suas chuvas e geadas. Ainda lembro do comentário do meu pai naquela ocasião: ''Água Branca foi uma localidade prospera no passado, veja, tinha até posto de gasolina".

Passados quase vinte anos, um antigo cliente do meu pai, também advogado, passou a ser meu cliente, o "seu" João Junyr, que aparece numa das fotos abaixo, sendo que o mesmo, reside na referida localidade de 'Água Branca', na aquele instante veio a lembrança do antigo posto e das bombas de gasolina. Perguntei-lhe se elas ainda estavam lá. Para minha surpresa, a resposta foi afirmativa. Pedi se ele sabia quem era o proprietário. Disse que a situação era meio enrolada, pois a família do proprietário do antigo posto vendeu o terreno para um terceiro e as bombas permaneceram no local. Pedi para ele averiguar quem seriam os reais proprietários das bombas e se tinham interesse de vender.

Uns 15 dias depois da nossa conversa o meu cliente, retorna no meu escritório. O "seu" João Junyr, sempre com uma história fantástica, como por exemplo, de que ele foi um dos primeiros produtores de soja da região de Soledade, isso nos anos 60, quando ia com o seu caminhão até Porto Alegre/RS buscar adubos e fertilizantes na antiga 'Adubos Trevo', hoje Fertilizantes Piratini, na beira do rio Guaíba.

A notícia era boa, descobriu quem era os donos das bombas e que vendiam, mas na opinião dele o preço era alto, cem reais cada bomba. Negócio fechado na hora, nem precisava ir olhar. A única condição dos vendedores era de que eu teria que ir lá na Agua Branca, soltar as bombas dos tanques que ainda estavam enterrados e efetuar o pagamento. Topei, mas eu também fiz um pedido. O 'seu' Junir teria que fazer o transporte das bombas até a minha casa, eu pagaria o frete. Proposta aceita, fiquei de ligar para ele avisando o dia que eu iria 'soltar' as bombas e pagar os proprietários, pois gostaria que o mesmo estivesse junto.

Passou umas semanas e o sr. João Junir liga perguntando se eu não ia buscar as bombas, disse que iria naquele sábado, combinamos o horário. No sábado de manha, com uma boa 'chave de cano' e duas latas de spray 'desingripante' me dirigi até o local, cheguei um pouco antes do meu cliente, mas o avistei chegando a cavalo.

Enquanto ele não chegava fui analisando o estado das bombas, não estava lá essas coisas, quase bateu um arrependimento, mas agora azar, por R$ 100,00 cada uma, vamos levar para casa e ver no que dá.

Convesa de praxe, uma olhada mais de perto nas bombas e identifiquei-las: a vermelha era uma Bennett a verde uma Wayne. Então chegou a hora de tirar as bombas. Apliquei a metade do spray na primeira bomba e o resto na segunda, deixei trabalhar por uns minutos e encaixei a chave de cano na porca que a prendia na tubulação do tanque. Na primeira tentativa a porca nem se mexeu, parecia que estava soldada. Mais algumas tentativas e finalmente girou um pouco, mas spray e finalmente soltou. Na segunda bomba, já na primeira tentativa a porca desrosqueou, tanto que quase cai no chão. Realizei o pagamento e deixamos as bombas ali no chão, o sr. Junyr disse que na segunda-feira iria a Soledade e então carregaria as bombas e levaria até Soledade, na minha casa, o que de fato aconteceu, mas daí já é outra história ...

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Encontro das Carreteras - Passo Fundo - Setembro de 2007

Em 1957 no Centenário de Passo Fundo, foram realizadas duas corridas de Carreteras, com a presença dos seis pilotos locais. Cinqüenta anos depois, na comemoração dos Sesquicentenário, se realiza este grandioso evento reunindo as Carretereas sobreviventes; numa evocação histórica sem precedentes.
A iniciativa da Associação Cultural Museu do Automobilismo Brasileiro, detentora da única coleção de carros de competição do Brasil aqui sediada, contou com o apoio entusiástico do executivo municipal na pessoa do Sr. Prefeito Airton Lângaro Dipp e Vice-prefeito Sr. Adirbal da Silva Corralo. Fica aqui um sincero agradecimento aos mesmos e ao Secretário de Desporto e Cultura, que tornaram possível ver e ouvir: AS CARRETERAS RONCANDO NOVAMENTE EM PASSO FUNDO! (Fonte: material de divulgação)



domingo, 6 de junho de 2010

Lambretta 1965

Um amigo tinha uma Lambretta 1965 para restaurar, apesar de nunca ter visto a motocicleta, sempre que encontrava esse amigo na rua, perguntava se não tinha interesse em vende-la, a resposta era sempre negativa, pois ele pretendia um dia restaura-la. Em 31 de outubro de 2008, recebo em meu escritório a visita deste amigo, interessado em vender a Lambretta. Naquele momento não estava com muito dinheiro disponível, mas combinamos de ir olhar a 'motoca' no final daquela tarde. O estado dela era de assustar, toda empoeirada, parcialmente desmontada. Iniciamos as negociações e em poucos minutos negócio fechado: valor de R$ 1.000,00, parcelado em quatro vezes, pagamento quando fosse possível.
Carregamos a Lambretta e as caixas com as peças na Blazer do meu amigo e levamos para a casa do meu sogro. Faltavam as tampas laterais, descobri que um amigo mecânico tinha as duas tampas laterais, negociação rápida, R$ 50,00 no par das tampas. No final daquela semana, fiz uma limpeza na lambretta, mudando o visual. Em março de 2009 efetuei o pagamento total da Lambretta, agora era hora de correr atrás dos documentos, pois o meu amigo tinha extraviado o DUT, estando a motocicleta com o licenciamento atrasado, sorte que aqui no RS, veículos com mais de 15 anos não pagam IPVA, nesses casos, somente devemos pagar o Seguro DPVAT.
Ainda com a placa amarela, a Lambretta estava cadastrada no DETRAN/RS o que facilitou a regularização da documentação, o que complicou foram as despesas para regularização que aconteceu em maio deste ano, no total, somente com documentação e despachante, foram gastos, oitocentos reais (R$ 800,00).
Durante a procura pelo antigo dono e regularização dos documentos, terminamos a construção da Garagem e Oficina do Jota, oportunamente criaremos um post para maiores detalhes, trazendo a Lambretta para o novo lar e realizando mais alguns serviços. Hoje a 'motoquinha' tá desmontada e em breve irá para a restauração.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Blog Speed Day 2010

Um dia especial, 05/12/2009, recebo e-mail do Paulo Afonso Trevisan, gestor do Museu do Automobilismo Brasileiro, localizado na cidade de Passo Fundo/RS, era o convite para participar da segunda edição do Blog Speed Day, evento que iniciou no começo do ano de 2009 e que teria a sua segunda edição nos dias 15 a 17 de janeiro de 2010 no qual participariam os principais blogueiros do meio automobilistico juntamente com os frequentadores deste blogs. Foi a oportunidade que tive para conhecer pessoalmente o Joaquim, Saloma, Sanco, Francis, Zullino, Vicente com D. Denise, Erik, Caregatti, Bel Air , Jan Balder (piloto das antigas) e sua esposa Thereza Balder, Luca Furquim, Victor Lagrotta, Rodrigo Dapra, Regi Nat Rock, Rafael Aun, Toni Seabra e cia.

No primeiro dia, as atividades começaram na parte da tarde, após a chegada do grupo de SP e consistia em visitar o Museu do Automobilismo e a noite seria oferecido pelo Paulo Trevisan um maravilhoso jantar de confraternização.













O segundo dia foi sem duvida o mais emocionante, acordamos cedo e saimos de Passo Fundo rumo a Guaporé, lá estava a nossa espera alguns carros de competição históricos: F-Vê, Karmann-Ghia Porsche, Omega Stock Car, F-Ford do Barrichello, F-Fiat Kaimann, protótipos Polar e Espron e o Aldee.













Último dia, não menos interessante, na primeira parte da manha, visita a coleção de veículos antigos do Roberson Azambuja, automóveis que seguidamente ilustram as páginas da Revista Classic Show, ...














... finalizando com um churrasco na fazenda da Familia Graeff, que contam com um riquissimo acervo de Opalas, Ford's e Chevy's dos anos 20. Continua ...




quarta-feira, 2 de junho de 2010

Encontro de Fuscas e Derivados em Passo Fundo - 19 e 20 de junho de 2010

Convite que recebi dos meus amigos do Passo Fundo Fusca Clube

Olá, amigos,

3º Encontro Sul Brasileiro de Fuscas e Derivados a Ar de Passo Fundo - RS.

Será nos dias 19 e 20 de junho de 2010, no Parque da Efrica.

A cada ano, o evento cresce mais, na Capital da Volkstravagância.

Exposição em pavilhão coberto, praça de alimentação, camping no parque, ARRANCANA, muitos brindes e muito mais

Para este ano, estão confirmando a presença por aqui, Fusqueiros do RS, SC, PR, SP e de carros do Movimiento Aircooled, de Buenos Aires na Argentina

terça-feira, 1 de junho de 2010

Fusca 1969

Como advogado, seu contratado para resolver os problemas dos outros, como levo a sério minha profissão, acabo me envolvendo com essas questões, perdendo o sono na busca de soluções que satisfaçam as necessidades dos clientes.

Sempre fui apaixonado por automóveis antigos, independentemente de marcas ou modelos, acompanhava o assunto através de revistas e na internet. Precisando de um hobby para extravasar as tensões do dia a dia resolvi que compraria um carro antigo para viajar e participar dos encontros de veículos antigos. Como meu pai sempre fala no Karmann-Ghia que ele teve na década de 1960, carro que tem uma beleza ímpar, agregado ao fato de usar a mecânica Volkswagen, refrigerada a ar, a mesma do bom e confiável Fusca. Apesar de meses de procura, nunca achei um Karmann-Ghia em bom estado de conservação, dentro do meu orçamento.
Foi quando surgiu, em outubro de 2005, a oportunidade de adquirir um Fusca 1969, modelo 1300, em boas condições e com muitos itens originais, inclusive com raro espelho alemão 'raquete de bracinho', exclusivo dos Fuscas 1969, primeira série. Além do raro espelho, o Fusquinha estava equipado com acessórios de época, tais como 'dentadura de baiano', polainas nos paralamas, pé de coluna cromado, L na porta, estribinho nas caixas de ar, friso no 'chapéu da placa'. No interior, bancos com as forrações originais em ótimo estado de conservação, assim como as forrações laterais, apenas a forração do assoalho (passadeiras) tinha sido substituído, sendo que a do 'chiqueirinho' ainda era a original.

O Fusca precisa de cuidados, estava cheio de adesivos nos vidros, carroceria e até mesmo na forração da porta. Como sempre gostei de 'colocar a mão na graxa', já tinha diversão garantia por alguns finais de semana e um desafio, colocar o fusca em ordem.