quarta-feira, 29 de setembro de 2010

domingo, 26 de setembro de 2010

Exposição de Veículos Antigos e Especiais - Passo Fundo/RS - 23 e 24 de outubro

Tem cada coincidência. Esses dias achei as fotos da Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais, realizada em outubro de 2006 e promovida pelo Veteran Car Club da cidade de Passo Fundo/RS. O Larri, sempre bem informado, comentou num dos post sobre a Mostra que seria realizado este ano uma Exposição de Veículos Antigos e Especiais, em Passo Fundo, promovida pela VCC-PF em parceria com a Universidade de Passo Fundo, segue abaixo o material de divulgação com as informações pertinentes.

(clique para ampliar)

Fiquem tranquilos que estarei lá fotografando e filmando para disponibilizar o material aqui no blog, mas recomendo que os amigos participem do evento.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais - outubro de 2006 (03)

Para terminar essa série sobre a Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais, realizada no ano de 2006 na cidade de Passo Fundo, vamos postar as últimas fotos do evento:


No estacionamento, prestigiando o evento: Maverick, Variant e Fusca 1969

sábado, 18 de setembro de 2010

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais - outubro de 2006 (02)

Segue a segunda parte do material sobre a Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais, realizada em outubro de 2006, na cidade Passo Fundo/RS.

...
Outro veículo raro exposto no evento foi o Lafer modelo LL, ninguém sabe muita coisa sobre esse veículo, nem o número correto de unidades fabricadas, entre 3 e 6. Era equipado com mecânica GM, a mesma do Opala 6 cilindros. O Lafer LL trazia muitas inovações, como o sistema de colocação do pára-brisa colado rente a carroceria como os carros atuais. O exemplar exposto no evento era a unidade 003, conforme informa a plaqueta de identificação fixada no painel do automóvel.
Além destas raridades, destaque para o Sinca Jangada, apresentado no Salão do Automóvel de 1962, era o tipo de carro que materializava a prosperidade das famílias felizes que estrelavam seriados americanos. Equipado com um motor v8 de 92 cv, no teste publicado na Revista Quatro Rodas em setembro de 1963, atingiu a velocidade máxima de 140 km/h e fez de 0 a 100 km/h em 21 segundos, usando todas as três marchas. O consumo urbano foi de 5,8 km/l, mas na estrada não chegou aos 8 km/l. Das 2705 unidades produzidas, pouquíssimas resistiram, sendo mais um dos raros carros nacionais.
Como a idéia do evento era reviver os Salões do Automóvel das décadas de 60, 70 e 80, inspirado no modelo de “carro nacional”, estavam expostos, além dos já citados, os seguintes veículos: Itamaraty Executivo (27 unidades produzidas), Adamo, Miura, Farus, Santa Matilde, Puma (VW e GM), Passat (L, TS e Sport), Opalas, Mavericks, Dodges (RT e SE), Sinca Tufão e Rallye, Karmann-Ghias, VW-SP2, DKW, Escort XR3 e Monza Sulam, ambos conversíveis, Ford Corcel e Belina, Fiat 147, entre outros nacionais fabricados nos anos 60 a 80.

O evento foi maravilhoso, o qual poderia ser realizado anualmente, com um rodízio dos carros expostos, pois sabemos que o acervo dos sócios do Veteran Car Passo Fundo e amigos do clube são de uma diversidade imensa. (1)
Para encerrar, gostaríamos de parabenizar os organizadores do evento pelo nível dos carros expostos no Bourbon raridades que dificilmente encontramos nos eventos. Mas o mais importante foi à belíssima ação de reverter a receita dos ingressos para a Liga Feminina de Combate ao Câncer, mostrando que eventos de antigomobilismo também possuem caráter social.
(clique nas fotos para ampliar)

Nota (1) - Em recente conversa com os amigos Paulo Trevisan e Piti Graeff, nos informaram que o acervo dos sócios do Veteran Car Passo Fundo e amigos do clube chega a aproximadamente 500 veículos.

sábado, 11 de setembro de 2010

Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais - outubro de 2006 (01)

Fazendo uma 'faxina' no computador, achei um artigo e fotos de minha autoria sobre a Primeira Mostra Sul-Brasileira de Veículos Antigos Nacionais, realizada nos dias 26, 27 e 28 de outubro de 2006 na cidade de Passo Fundo/RS e promovida pelo Veteran Car Club local, segue abaixo a primeira parte do artigo e algumas fotos:


O que escrever sobre um evento onde estavam expostos veículos raros, da qualidade do Democrata (IBAP), Itamaraty Executivo, Puma DKW, Lafer LL, além dos esportivos Adamo, Miura, Farus, Santa Matilde, Karmann-Ghia, VW-SP2 e muitos outros carros nacionais que representam a história da industria nacional e a sua criatividade em construir carros diferenciados, num momento em que as importações de veículos estavam proibidas.


A Primeira Mostra Sul-brasileira de Veículos Nacionais Antigos promovida pelo Veteran Car Passo Fundo, nos dias 28 e 29 de outubro, no shopping Bourbon, em local coberto e climatizado, onde foram expostos veículos nacionais originais previamente convidados pela organização do evento.



Entre os muitos carros raros, destaque para o Puma DKW, equipado com motor de três cilindros, dois tempos e 981 cm3, que desenvolvia a potência de 60cv a 4.500 rpm; a velocidade máxima era 145 km/h. Esses veículos foram produzidos somente nos anos de 1966 e 1967, totalizando, aproximadamente, 160 unidades, pois em 1967 a Vemag, empresa que fabricava os veículos DKW e fornecia os motores para a empresa Puma, foi absorvida pela Volkswagen. Com o encerramento da produção dos DKW, a Puma desenvolveu outro esportivo, agora equipado com motor de 4 cilindros refrigerado a ar e com 1.500 cm3, propulsor que equipava o VW Karmann-Ghia. Este novo Puma foi denominado GT, mas ficou mesmo conhecido como Tubarão, devido a suas laterais em forma de guelras que lembravam o temível predador dos mares.



O veículo Democrata, fabricado pela IBAP, exposto em local destacado, chamava a atenção dos visitantes por se tratar de um veículo raro, segundo informações foram montados completamente apenas uma unidade e outras 4 ficaram semi-acabados. A Indústria Brasileira de Automóveis Presidente (IBAP) inaugurada em outubro de 1963 e criada pelo empresário Nelson Fernandes, apresentava uma proposta revolucionária para levantar recursos para viabilizar o projeto de construção do carro 100% nacional (a exceção do motor, criado pela empresa italiana Procosautom, exclusivamente para o Democrata), a venda de títulos de propriedade da empresa, desta forma a IBAP conseguiu reunir 50 mil sócios-próprietários, os quais tinham direito a dividendos e descontos especiais na aquisição do automóvel. Equipado com um motor V6 de 2.500 cm3, instalado na traseira, com bloco de alumínio, desenvolvia 120 cv a 4.500 rpm, uma potência elevadíssima para a época, proporcionando uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 10 segundos e uma velocidade máxima de 170 km/h.


Segundo informações o Democrata foi alvo de campanha difamatória por parte de montadoras concorrentes, as quais colocavam em dúvida a durabilidade da carroceria em fibra de vidro. Curiosa foi a campanha itinerante da IBAP, levando Democratas a vários pontos do país e permitindo que as pessoas batessem no carro com canos de ferro, a fim de comprovar que a resistência da fibra era até maior que das chapas de aço. Após uma série de ações do Governo Federal contra a IBAP, o lançamento do Democrata foi abortado em 1968, com apenas cinco unidades concluídas.


O texto continua no próximo post, aproveitem as fotos.


(clique nas fotos para ampliar)