domingo, 17 de outubro de 2010

Mão na graxa - fazendo a flange da caixa de ar da Lambretta LI

Sempre digo que para ser antigomobilista não basta apenas gostar de 'carro velho' e ter conhecimento, é preciso ser criativo para encontrar soluções e colocar a mão na graxa.

Tem uma peça faltando na minha Lambretta LI que estou restaurando chamada de flange da caixa de aspiração (código 19.01.6210), na figura abaixo é a peça de número 121, tem a função de fazer a ligação entre a entrada de ar em baixo do banco e a caixa de ar. Essa peça está difícil de achar e vinha fazendo eu perder o sono por várias noites.

Sábado de manhã, organizando a garagem, vi que tem uma peça da barra estabilizadora traseira do Fusca 1500 com desenho bem semelhante ao da flange da caixa de aspiração. A tarde fui no ferro-velho e comprei uma unidade dessas peças e percebi que a peça que fixa a alavanca de cambio no assoalho do Fusca também é parecida com a flange original. Fazendo um corte nas peças do Fusca para encaixar o bico da caixa de ar, tirando uma borda da peça da suspensão do Fusca para encaixar no quadro da Lambretta, deu certo. Não é um Brastemp, mas vai quebrar o galho até achar a peça original.

Na esquerda a flange feita a partir da peça de fixação da alavanca do cambio do Fusca. A flange da direita, menor,  foi feita com base na peça da barra estabilizadora da suspensão traseira do Fusca.

A Flange feita a partir da peça que fixa a alavanca de cambio no assoalho do Fusca, o furo onde entra o bico da caixa de ar ficou um pouco folgado nessa peça, basta fazer uma anel de aço e soldar na flange ou instalar uma borracha no bico da caixa de ar.

Na peça feita a partir da peça da barra estabilizadora da suspensão traseira traseira do Fusca. Essa flange para ficar perfeita teria que ter a base um pouco mais larga.

Ainda estou procurando uma flange original, pode ser emprestada, só para saber o tamanho correto da peça e ver qual das flanges que eu fiz fica mais próxima do modelo original.

Nenhum comentário:

Postar um comentário